17.6 C
Santo André
terça-feira, maio 28, 2024
HomeBrasilDoações de empresas ajudam Banco de Alimentos de Diadema

Doações de empresas ajudam Banco de Alimentos de Diadema

Para atender as mais de 17 mil pessoas assistidas pelo Programa Banco de Alimentos e manter periodicamente as doações, a Prefeitura de Diadema conta com parcerias com redes de supermercados e empresas do ramo da alimentação.

Muitas das empresas estão situadas no próprio município e entre elas está a Kobber Alimentos. Com sede no bairro Campanário, recentemente, a indústria doou ao Banco lotes de barrinhas de cereais que já foram integradas a cesta alimentar dos moradores de Diadema, que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Fabricante de cookies, granola e produtos fits, entre o ano passado e os primeiros meses de 2022, a Kobber ofertou ao programa municipal mais de 13 mil unidades das barrinhas comestíveis.

“Estamos em Diadema há 27 anos e sempre colaboramos com o município e com as entidades sérias da cidade. Na Campanha Sua Fome me Incomoda a Kobber também fez doações, porque tem preocupação com o social e entende que é importante ajudar a quem precisa”, diz a diretora administrativa e financeira da empresa Cláudia Tutia.

Outra empresa parceira, que faz doações ao Banco de Alimentos desde 2005, é a Vivitati Bananas Climatizadas. Semanalmente, o caminhão da Prefeitura vai ao seu galpão, na Vila Conceição, buscar 2 mil quilos do produto para ser distribuído as famílias carentes de Diadema.

“As bananas vêm do Vale do Ribeira e de Minas Gerais e é produção própria”, conta José Artur de Oliveira, 70 anos, produtor e vendedor de bananas e que desde os 16 anos está envolvido com o plantio.

Seu Zezinho, como todos o conhece, ainda comercializa o produto em feiras-livres de Diadema e esse vínculo com a cidade o leva a fazer as doações com um ato de solidariedade. “Corta o coração ver gente passando fome e, eu com frutas, que por ter um riscadinho na casaca ou por alguma razão perdeu o valor comercial, jogar comida fora. Nesse momento, com tantas pessoas necessitadas, temos que ser solidário e evitar o desperdício”, declara.

“Combater o desperdício é a razão da existência do Banco de Alimentos de Diadema. Desde 2003 quando foi criado, o programa ajuda a complementar a alimentação de moradores da cidade e também é uma forma de garantir o direito humano à alimentação adequada”, afirma o secretário municipal de Segurança Alimentar Gel Antônio.

Gel ressalta que as doações são fundamentais para o Banco e que nesse momento de crise geral que o País passa, toda a ajuda é bem-vinda. “As parcerias têm nos auxiliado muito, mas o munícipio sozinho não consegue dá conta da demanda. Portanto, quem quiser colaborar com Banco de Alimentos nos contate pelo telefone 4057-8008 que buscamos as doações”, finaliza.

MAIS LIDOS