20.2 C
Santo André
sábado, maio 25, 2024
HomeNoticias5 conceitos que você deve saber antes de começar a investir 

5 conceitos que você deve saber antes de começar a investir 

Pode parecer simples, mas investir exige uma série de conhecimentos que devem ser aprendidos pelo público. O diretor da ID Serviços Financeiros, Rodrigo Balassiano, entende que conhecer sobre o mercado de investimentos pode contribuir para a jornada de uma pessoa. Dessa forma, para descobrir 5 conceitos fundamentais que todo investidor deve saber, continue a leitura até o final! 

Começar a investir é o desejo de muitas pessoas que querem alcançar maior autonomia financeira. Por meio dessa atividade, é possível obter melhores rendimentos e, através disso, conquistar metas e objetivos. Nesse sentido, caso você pretenda realizar essa tarefa, saiba que é importante aprender alguns conceitos sobre o mercado de investimentos, os quais serão apresentados a seguir. 

1. Perfil de investidor 

Um dos primeiros conceitos que merecem atenção é o perfil de investidor. Este é um tipo de categoria que classifica o público conforme os riscos que eles toleram ao investir, estabelecendo os investimentos mais recomendados para cada um deles. De modo geral, são definidos três tipos de investidores, sendo eles o conservador, moderado e arrojado. Para Rodrigo Balassiano, é importante entender sobre esses grupos. 

2. Renda fixa 

Quando se trata do mercado financeiro, outro conceito bastante popular é o da renda fixa. Ele se refere a uma categoria que reúne os investimentos mais seguros, que permitem que os investidores tenham conhecimento sobre os rendimentos na hora de investir. Assim, é possível que o público tenha mais previsibilidade e menos riscos. Geralmente, as opções deste grupo rendem conforme algum indicador ou taxa de juros. 

3. Renda variável

Apesar de ter um nome parecido com o anterior, a renda variável é um conceito diferente, que também deve ser compreendido por um investidor. Basicamente, esse termo também corresponde a um grupo de investimos em comum. Entretanto, aqui, o público não terá conhecimento sobre o quanto o dinheiro aplicado renderá. Conforme pontua Rodrigo Balassiano, é importante se atentar a essa característica. 

4. Liquidez

Na hora de investir, um dos conceitos que deve ser levado em consideração é a liquidez. Isso porque, ele corresponde a capacidade de um ativo se converter em dinheiro, ou seja, a velocidade que esse processo possui. Assim, para quem escolhe um investimento com liquidez diária, por exemplo, será possível resgatar o valor aplicado a qualquer momento, algo que não acontecerá com outras opções. 

5. Risco

Por fim, um último conceito que merece atenção é o risco. Como o próprio nome já indica, esse termo corresponde ao perigo que um investimento possui, e as chances que ele oferece de um investidor perder o dinheiro aplicado. Desse modo, é importante que uma pessoa leve esse detalhe em consideração. Rodrigo Balassiano, comenta que esse é um ponto essencial. 

E então, já conhecia algum desses conceitos?

MAIS LIDOS