19.9 C
Santo André
terça-feira, maio 28, 2024
HomeNoticiasPor que a maioria das pessoas não se interessam pelo tema economia?

Por que a maioria das pessoas não se interessam pelo tema economia?

Para a empresária Cláudia Angélica Martinez, economizar dinheiro significa gastar menos do que se ganha para poder guardar uma parte e utilizá-la em situações futuras ou em projetos futuros. É uma prática importante para alcançar metas financeiras, como fazer uma viagem, comprar um carro ou uma casa, ou até mesmo garantir uma reserva financeira para emergências.

Ainda assim, algumas pessoas podem achar a economia uma área complexa ou tediosa, enquanto outras podem simplesmente não ter tido exposição suficiente a ela para compreendê-la por completo. E foi pensando em contribuir com essa parte da população que decidimos criar este artigo, que explica um pouco acerca da economia, tal como dá algumas sugestões para economizar o seu dinheiro. 

Quer saber mais sobre isso? Então, confira a leitura até o final!

Por que a maioria das pessoas não buscam saber sobre métodos para economizar

Para começo de conversa, vamos contextualizar um pouco a razão pela qual algumas pessoas não buscam conhecer o tema da economia. Conforme explica a economista  Cláudia Martinez, a verdade é que existem várias razões pelas quais as pessoas não se interessam por métodos econômicos, como por exemplo, a crença de que a economia não afeta suas vidas, ou que é algo que apenas os especialistas em finanças precisam entender. 

Ainda assim, é importante lembrar que a economia desempenha um papel essencial em muitos aspectos da vida cotidiana, desde a tomada de decisões de negócios até as políticas públicas e o bem-estar social. Por isso, deixar esse tópico de lado pode interferir diretamente na rotina de alguém, e principalmente, no modo em que esse indivíduo costuma levar a vida.

Qual a importância da economia para o fator pessoal e social

Além disso, conforme comenta a empresária Cláudia Angélica Martinez, a economia desempenha um papel importante tanto no fator pessoal quanto no social. No nível pessoal, a economia afeta a renda, o emprego e as oportunidades de crescimento financeiro. No nível social, a economia afeta a distribuição de recursos e a qualidade de vida da comunidade. Ou seja, uma economia forte pode ajudar a melhorar o bem-estar geral das pessoas e a reduzir a pobreza, enquanto uma economia fraca pode ter o efeito oposto.

Métodos simples para economizar

E agora que você já compreende um pouco mais sobre a necessidade de ter hábitos econômicos, que tal conferir alguns métodos simples para economizar? Para isso, você pode: 

  • Fazer uma lista de compras antes de ir ao supermercado;
  • Evitar compras por impulso;
  • Cortar gastos desnecessários;
  • Comparar preços antes de comprar; 
  • Usar cupons de desconto e optar por marcas mais baratas;
  • Criar um orçamento mensal e se manter fiel a ele.

O que podemos receber após praticar atos econômicos

Conforme pontua a empresária e economista brasileira Cláudia Martinez, após praticar atos econômicos, podemos receber bens, serviços ou dinheiro, dependendo do tipo de transação realizada. Além disso, podemos receber, também, benefícios indiretos, como a satisfação de nossas necessidades e desejos, o aumento de nossa qualidade de vida e o fortalecimento da economia como um todo.

MAIS LIDOS